Traição consentida – Testemunho de uma mulher infiel

Recolhemos mais um dos depoimentos de mulheres infiéis enviados para a nossa equipa, que decidimos partilhar com todos os nossos leitores. A Cátia não faz questão de esconder o nome e conta hoje a sua história de infidelidade e quando foi descoberta até que percebeu que o seu marido já sabia e que consentia toda a sua relação extraconjugal.

Cátia de Lamego Portugal

Olá eu sou a Cátia, tenho 34 anos e moro em Lamego. Fiquei desempregada há três anos e desde aí tenho tomado conta apenas das tarefas domésticas, ficando muito tempo sozinha pois o meu marido trabalha praticamente todo o dia. Tudo começou quando decidi entrar num site de encontros na internet, antes do Mulheres Infiéis, onde me registei e comecei a falar com um homem, tinha uma fotografia lindíssima e pareceu-me um tipo espetacular. Só se conversar com ele já me senti atraída, tão carinhoso, gentil mas ao mesmo tempo um sedutor nato. Depressa passámos das mensagens privadas para o msn, onde trocámos fotografias até ao dia que ligámos a webcam. No inicio eram conversas simples, até que a paixão e o desejo foi crescendo chegando a um ponto onde já trocávamos intimidade via webcam. o sexo virtual não foi suficiente e um dia combinamos um encontro, ele mora a cerca de 80km de Lamego e ainda hoje continua a vir aqui a casa, quando o meu marido não está presente. Ele nunca nos apanhou, até porque cheguei a trazer mais pessoas cá a casa, que acabei por conhecer na internet. Sempre correu tudo bem e sempre encontrei homens muito gentis e sensuais. Cheguei a ter dois homens ao mesmo tempo, foi uma experiência inesquecível e que aconselho a qualquer mulher que deseja trair. Não há traição melhor que um bom menage a trois com dois homens. Descobri há pouco tempo, há menos de um ano que o meu marido sabe, desde há quase dois anos que eu trago os homens cá a casa. Não sei como descobriu, eu sou uma pessoa discreta e nunca pensei que houvesse maneira de ser apanhada a pular a cerca. Contudo ele consente, deixa que eu traga os homens e faz de conta que não percebe. Provavelmente tem outras mulheres também, mas esta traição consentida acaba por ser um descargo de consciência. Eles vêm, fazemos sexo e vão, antes costumava ser apenas uma  vez por semana, hoje em dia tem sido dia sim dia não. E estou disponível para mais, sinto-me feliz, completa e excitada. Decidi contar a minha história para quebrar a ideia de que a traição é algo mau e só faz mal. Pode ser bom… muito bom!

A traição consentida

O depoimento desta usuária envolve várias questões, entre as quais está a traição consentida. Nestes casos o marido ou namorado da parceira tem total conhecimento da traição por parte da parceira mas consente, chegando até a excitar-se com isso. Este fator pode ser excitante ou não para quem trai, pois deixa de haver por um lado a pressão da traição mas por outro o segredo e a excitação da aventura proibida.

Neste caso existe também a referência  ao sexo virtual e às relações na internet que são sem dúvida o centro das preferências das amantes. Desde já agradecemos por todas as históricas que temos recebido e divulgaremos mais para que conheçam um testemunho real de uma mulher infiel.

Conte-nos a sua história também!

Comunidade Mulheres Casadas Infiéis

17 Comentários

  1. lulugatosp
  2. Hostmaf
  3. Márcominas
  4. nick
  5. Paulo
    • josé carlos
  6. josé lemos
  7. Eduardo dos santos.
  8. Domenico
  9. marcosintk
  10. jair
  11. claudio
  12. manuel
  13. PAULO SILVA
  14. joaquim
  15. Nushi
    • mathias