Início / Testemunhos Infiéis / 3 mulheres da nossa comunidade contam-nos a sua história

3 mulheres da nossa comunidade contam-nos a sua história

mulheres da comunidade mulheres infieis

Hoje no Mulheres Infiéis vamos apresentar o testemunho das mais interessantes histórias de sexo das nossas mulheres casadas. Para ser mais fácil, seleccionamos apenas 3 mulheres da nossa comunidade para contarem as suas melhores histórias, mas prometemos que brevemente vamos dar a conhecer mais.

Hoje vamos mostrar aqui a história da Paty, da Francisca e da Luciana, todas elas pertencem ao nosso portal e conseguiram reavivar a chama da paixão na sua vida através dos vários encontros que conseguiram com os nossos membros.

Histórias de 3 Mulheres Casadas Infiéis

Fique a conhecer as 3 histórias que mais nos marcaram nos últimos tempos. Cheias de paixão, desejo e algumas delas permitiram até que o casamento não terminasse, mesmo quando era o mais evidente.

Paty, 31 anos, Guarulhos, São Paulo, Brasil

Estou casada há apenas 2 anos, mas parece que estou num casamento de 20 anos ou mais. Durante o namoro era tudo muito intenso e o sexo era muito bom, mas depois do casamento ele só quer trabalhar, ver o futebol e esquece-se de mim e dos meus desejos.

Depois de muito falar com ele e de nada mudar, decidi registar-me no Mulheres Infiéis para encontrar homens que quisessem, tal como eu, sexo sem compromisso. Foi muito rápido até encontrar um homem esbelto, da mesma idade que eu e na mesma situação, com um casamento muito complicado. Depois de trocarmos algumas mensagens, decidimos encontrar-mos num dia em que ambos tivéssemos hipótese. Quase que não foi preciso conversar nem conhecer mais das nossas vidas, entregamo-nos ao amor e foram 3 horas fechados num quarto de hotel, quase sem trocar palavras, satisfazendo as minhas maiores fantasias sexuais e curiosidades, algo que o meu marido não quer saber.

Francisca, 43 anos, Barreiro, Setúbal, Portugal

Estou no meu segundo casamento, depois do primeiro não ter resultado por vários motivos, mas ainda não foi desta que encontrei um homem que me respeite e ao mesmo tempo tenha desejo por mim e pelo meu corpo. Apesar dos meus 43 anos, tenho ainda bastante desejo e gosto muito de sexo, mas o meu marido já não tem a mesma opinião.

Temos muitos amigos que não estão a passar por esta situação, muito pelo contrário, já que são casais liberais que se respeitam mutuamente, mas que têm liberdade para terem outras pessoas para satisfação sexual.

Como ele não quer saber de mim e eu tenho bastante desejo, inscrevi-me no vosso portal para encontrar homens interessados em encontros casuais, sem ligações emocionais, apenas para ficar a conhecer um pouco mais do meu lado selvagem.

Tenho encontrado homens muito bonitos, respeitadores e acima de tudo conscientes, sabendo muito bem que são encontros que não têm ligações românticas. São tardes de sexo, trocas de carinhos, fantasias realizadas e no fim ambos sabemos que temos um relacionamento em casa, sério, que ainda não terminou porque nos temos um ao outro.

Luciana, 37 anos, Fortaleza, Ceará, Brasil

Sou completamente louca por sexo e homens, por isso ter apenas um homem na nossa vida não é para mim. O Mulheres Infiéis é o meu melhor amigo, onde posso encontrar homens interessantes para as minhas loucuras.

Já perdi a conta a quantos homens interessantes encontrei aqui. Mas lembro uma tarde fantástica, que consegui mal me registei no portal, com um homem de negócios que estava em Fortaleza apenas por uns dias. Foram dois dias intensos, com sexo muito intenso, várias vezes por dia, satisfazendo as minhas maiores curiosidades e desejos.

 

Veja Também

Festas de swing - Como mudaram a minha vida por completo

Festas de swing – Como mudaram a minha vida por completo

Hoje na comunidade Mulheres Infiéis apresentamos-lhe o testemunho da Paula, uma leitora do nosso blog …