Início / Testemunhos Infiéis / O meu marido é corno e nem imagina – Testemunho da Paula

O meu marido é corno e nem imagina – Testemunho da Paula

O meu marido é corno e nem imagina - Testemunho da Paula

“O meu marido é corno e nem imagina” é o testemunho da Paula, uma leitora recente do nosso blog e que resolveu partilhá-lo connosco depois de ter tido o seu primeiro encontro extraconjugal na nossa plataforma.

De forma a manter a sua privacidade, todos os dados contidos neste testemunho foram alterados.

O meu marido é corno e não sabe – O testemunho da Paula

“Bom dia, o meu nome é Paula, tenho 37 anos, sou casada há cerca de 10 anos e durante a grande maioria do meu casamento fui bastante feliz.

Embora ainda ame o meu marido (sendo esse o motivo pelo qual ainda não pedi o divórcio), a verdade é que nos últimos 2 anos a nossa relação tem vindo a desmoronar um pouco.

Ele era o típico homem de família, que saia do trabalho, vinha para casa, fazíamos sexo quase todos os dias, viajávamos imenso, passávamos muitos fins de semana fora e muitos outros em casa aninhados no sofá.

No entanto, não me perguntem o motivo, há cerca de 2 anos ele começou a afastar-se (sei que não tem nenhuma amante porque já andei a espiá-lo).

A nossa vida sexual foi um pouco por água abaixo e ele começou a tornar-se ríspido e a utilizar-me como um troféu para exibir aos amigos (já que eu sou um pouco mais nova e tenho um corpo bastante bem feito – passo várias horas no ginásio).

A partir dessa altura, comecei a ponderar encontrar um amante, já que sempre ouvi dizer que quem não tem em casa, vai procurar fora.

Pois bem, tive o meu primeiro amante há cerca de 1 ano e meio. Conheci-o na empresa onde trabalho (ele era de outro departamento) e muitas vezes à hora de almoço, conseguíamos escapar-nos para fazer sexo num motel perto do trabalho.

Embora o sexo fosse completamente avassalador, ele deixou de ser novidade e resolvi arriscar-me nos sites de encontros extraconjugais.

Criei o meu perfil, e quando o meu marido não estava em casa, divertia-me a marcar encontros com outros homens.

Claro que tenho inventado imensas desculpas, mas como sempre fui estando com ele da mesma forma, ele nunca desconfiou.

Basicamente o meu marido é corno e nem sequer pensa que isso poderá ser efetivamente possível. Ele acha que eu todos os dias, vou trabalhar, saiu do trabalho e vou correr ou para o ginásio e que depois venho para casa tratar de tudo para que ele possa descansar em paz no sofá!

Se ele imaginasse sequer este cenário, acreditem que ele ia mudar o comportamento dele muito rápido. Pensando bem, sou capaz até de lhe dar a entender que se ele não muda o comportamento, poderei ter de arranjar um amante ou pedir o divórcio…

Vamos ver como é que corre…”

Este foi o testemunho da Paula, uma das leitoras do nosso blog. Se tal como ela quer partilhar o seu testemunho, faça-o sem problema, pois garantimos a sua privacidade.

Veja Também

Festas de swing - Como mudaram a minha vida por completo

Festas de swing – Como mudaram a minha vida por completo

Hoje na comunidade Mulheres Infiéis apresentamos-lhe o testemunho da Paula, uma leitora do nosso blog …